História do Grupo

O Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Moita surgiu devido a divergências no seio dos Amadores da Moita. José Manuel Pires da CostaEduardo Costa, João Campos “Bão”, António Saramago, António e Joaquim Dias, Manuel e Valentim Caturra, António Cruz, João Flores e Jacinto Neves “Padeiro”, deixaram os Amadores da Moita e fundaram o GFA Aposento da Moita. Pouco tempo depois, juntaram-se nomes como: António Cota, João Cabaço, Fernando Carvalho e Jesus Lourenço

Para cabo do grupo, foi nomeado José Manuel Pires da Costa. A sua estreia foi na tarde de 25 de Maio de 1975, na Praça de toiros Daniel do Nascimento, na Moita do Ribatejo.

Cartaz da corrida de fundação
Existia uma necessidade de manter vivo o sentimento que na altura parecia perder-se. A partir da data da sua fundação o grupo passou a actuar em várias praças, atingido rapidamente os primeiros lugares da forcadagem, competindo de igual para igual com os melhores grupos da época. 

Logo nesse ano realizaram 13 corridas, tendo-se apresentado no dia 19 de Junho, na Praça do Campo Pequeno em Lisboa, onde foram lidados toiros de Ortigão Costa. No seio do grupo o espírito de união entre os membros fez com que se pudessem ultrapassar até mesmo as suas capacidades naturais.

Em Nimes, na Feira de Pentecostes, numa das 5 corridas que aí realizou, o Aposento da Moita pegou 6 toiros de Guardiola Fontani, sendo que alguns desses toiros tinham já 6 anos. Esta foi sem sombra de dúvidas uma tarde para recordar e em que levaram bem alto o nome de Portugal. Por terras de Espanha registaram a sua presença em Madrid, na mais importante praça do Mundo, em 14 de Agosto de 1984, para no dia seguinte enfrentarem em Barcelona um curro de António Pérez de San Fernando. Voltaram a Madrid no dia 14 de Abril de 1985.

Desde a sua fundação, o Aposento da Moita tem pisado as mais importantes arenas mundiais, sendo estandarte da arte de pegar toiros. Além das arenas portuguesas, também Espanha, França, Grécia, Macau, Venezuela, Estados Unidos, México e Canadá foram países onde este grupo mostrou a arte de pegar toiros.

O actual cabo do Aposento da Moita é José Maria Bettencourt, tendo sido antecedido por outros 6 cabos, foram estes: José Pires da Costa, Manuel Duque, João Simões, Hélder Queiroz e Tiago Ribeiro,
José Pedro Pires da Costa.

Sem comentários: